Alguns Hadiths e Histórias

Publicação: 04/10/2015

Ibn Abbas (R) viveu toda sua vida com o Alcorão, até que se tornou o companheiro de seu pensamento, e a tranquilidade do seu coração e ocupou a sua mente até que chegou dizer: "por Deus, se eu perder a corda do meu cavalo, acharei a solução no livro sagrado".

O  Khaled Ibn Alwalid (R) no final da vida dele segurou o Alcorão e chorou dizendo "me ocupei nas batalhas pela causa de Deus" apesar que ele vivia com o Alcorão.

Ikrima Ibn Abi Jahl (R) vivia com o Alcorão e quando ele o segurava abria e colocava no seu rosto e chorava falando: "o livro do meu senhor as palavras do meu senhor".

Ibn Taimia (R) passou a vida dele na dawa contra a bidaa e no final da vida dele disse: "me arrependo de não ter passado todo meu tempo com os significados das palavras do Alcorão".

A vida com o Alcorão é de tranquilidade constante só o conhece quem o experimentou.

Ter o Alcorão como companhia é um benefício certeiro.

No dia do juízo final você irá procurar por seus pais, seus irmãos, seus amigos, sua esposa, seus filhos, seus parentes, mas só achará seu companheiro fiel, o Alcorão.

Quando você conhecer o Alcorão, estará muito bem desde do primeiro momento que iniciará esta amizade. Não se despede do mundo antes de experimentar a vida mais saudável em todos os sentidos, a vida junto com o livro sagrado que possui as palavras do seu Criador.

Um homem comprou um carneiro para sacrificá-lo no dia do Eid, quando tirou-o do seu carro, o carneiro fugiu e ele saiu correndo em sua busca até que entrou na casa de uma senhora que criava orfãos. Neste momento ela saiu para ver de quem era o carneiro, se deparou com o seu vizinho. Percebeu ao olhá-lo que estava cansado, cumprimentou-o e o agradeceu pelo presente, o carneiro. Suplicando à ALLAH que aceite a doação e o recompense. Ele disse: "Me perdoe irmã que estou em falta para com vocês". O dono do carneiro se direcionou para kibla e suplicou: "Ó ALLAH aceite de mim !!!". No dia seguinte foi à procura de outro carneiro para comprar e vistou um carro vendendo e perguntou o preço. O vendedor disse: "pegue um e não entraremos em disavensa". Escolheu o carneiro mais gordo e levou ao carro. Voltou pra pagá-lo e perguntou: "Quanto pagarei ?". O vendedor respondeu: "Nao vou te cobrar, porque fiz uma promessa que doaria para o primeiro comprador, agradecendo à ALLAH por tantos carneiros que lucrei esse ano".